Friday, March 20, 2015

Falando de Primavera




Van Gogh, Sprig of Flowering Almond in a 
Glass, March 1888

Equinócio de primavera. Tem sido celebrado como um tempo de início e de renovação por culturas históricas. 

Druidas e Pagãos reunem-se desde tempos imemoriais para ver o nascer do sol, e celebrar a antiga deusa Eostre Saxon que simboliza a fertilidade e novos começos.

As estrelas suaves da primavera estão voltando. Bem-vindas ao nosso céu, afugentando assim os horizontes azul-aço do inverno. 

As flores despontam as suas pétalas, alegres, coloridas, algumas mais cedo do que o esperado, as árvores vestem-se lentamente de verdes folhas.

E com o equinócio da primavera, veio o eclipse do sol em peixes. Tempo de iniciar um caminho de amor e fraternidade. 

Sabemos que nada é estático, que tudo está em movimento, acreditamos no nosso poder para esta nova jornada. Olhar esse novo Sol que se apresenta no horizonte do coração. 

Mas hoje é também Dia Internacional da FelicidadeA alegria de estar presente e prontos para amar, continuar, sentir a luz entrar, inundar as nossas células. A nossa capacidade de desfrutar de uma vida agradável, feliz, depende da nossa serenidade.

Abrir os braços, sentir esta nova energia que chega para fazer ver o mundo, as pessoas, com mais humanidade. 

Este meu lado espiritualizado, muito ligado às coisas da alma, à força do sol, da natureza. Este é o tempo da poesia.

E já que amanhã é Dia Mundial da Poesia...

Abre-te, Primavera!
Tenho um poema à espera
Do teu sorriso.
Um poema indeciso
Entre a coragem e a covardia.
Um poema de lírica alegria
Refreada,
A temer ser tardia
E ser antecipada.
Dantes, nascias
Quando eu te anunciava.
Cantava,
E no meu canto acontecias
Como o tempo depois te confirmava.
Cada verso era a flor que prometias
No futuro sonhado…
Agora, a lei é outra: principias,
E só então eu canto confiado.

Miguel Torga, Primavera


Miosótis (pseudónimo)

20.03.2015
Copyright ©2015-fragmentosdanoitecomflores Blog, fragmentosdanoitecomflores.blogspot.com®

12 comments:

heretico said...

Primavera sob o signo de Miguel Torga

que seja fecunda, então...

beijo

Evanir said...

Fico feliz quando vejo a chegada da primavera aqui agora
começa o outono .
e breve o inverno.
As roupas pesadas e o desejo de ficar perto da laleira.
Um abraço e uma feliz Semana.
Evanir.

Mar Arável said...

Bem-vinda ao meu mar
eufrázio filipe

martinealison said...

Bonjour chère amie,

Un billet qui honore largement l'arrivée de Demoiselle Printemps. Quel bonheur !
Peinture, poésie... tout est réuni et tout est délicieux.
Merci pour ce très joli partage.

✾ Gros bisous ✾

Miguel said...

Miguel Torga, o Grande poeta português, de quem tanto gosto, numa ode à Primavera, a estação florida, para mim a mais bonita de todas.
Gostei do teu texto, assim como da pintura de Van Gogh.

Desjo-te uma excelente semana.
Um beijo
MIGUEL / ÉS A MINHA DEUSA

Lune Fragmentos da noite com flores said...

Queridos amigos,

Brevemente voltarei para responder a vossa presença amiga em 'fragmentos'.

Mais alguns dias...

Beijos

Lune Fragmentos da noite com flores said...

... uma primavera que prometia ser luminosa, mas que se tem vindo a mostrar brumosa...

beijo, Herético

Lune Fragmentos da noite com flores said...

Evanir,

Tal como tu, adoro a chegada da primavera que me faz sentir feliz. Mas, a primavera retrocedeu, e os dias têm sido bem tristes, chuvas, vento.

As roupas voltam a ser outonais, e as noites muito frescas.

Desejando que o Outono se mostre doce por aí,

Um abraço e um feliz fim-de-semana

Lune Fragmentos da noite com flores said...

Obrigada, 'Mar Arável'... há muito que navego no teu mar.

Voltarei.

Lune Fragmentos da noite com flores said...

Bonsoir chère Martine,

Me revoilà après une grande pause, trop triste...

Le printemps, malheureusment a fait marche arrière et les jours accompagnent mon chagrin, hélas!

Je rêve de ce printemps qui nous fait sourir à nouveau et sortir dans la rue pour bien respirer l'air léger.

Merci de vos mots toujors gentils, et de votre présence affectueuse.

Que le printemps sa fasse sentir chez vous. Profitez-en!

Gros bisous

Lune Fragmentos da noite com flores said...

Olá Miguel,

Fico feliz de saber que também aprecias Torga, o poeta asceta da nossa literatura. Mas que tão bem canta a Primavera e a vida.

Eu adoro a Primavera, e tal como tu, considero-a a estação mais bela. Os aromas, as cores, a luminosidade... tudo me encanta.

Van Gogh, grande sensibilidade. Como um artista tão atormentado, transmite tanta serenidade, neste caso, e tanta alegria nas cores e no modo como pinta a natureza.

Agradeço as tuas palavras amistosas.

Bom e lumninoso fim-de-semana!

Um beijo

Carmem Grinheiro said...

A Primavera vista pelo olhar de Torga e sentida ( e esperada com verdadeira ansiedade, por uns) por todos nós.
Bonita e primaveril postagem ;)
bjn amg